Nas Bancas

Jared Leto recusa interpretar Hugh Hefner após acusações de assédio contra o realizador do filme

Brett Ratner é acusado de assediar sexualmente seis mulheres.

CARAS
3 de novembro de 2017, 12:22

Jared Leto não deverá dar vida a Hugh Hefner no filme biográfico sobre o fundador da Playboy. De acordo com o site Deadline, o ator terá recusado o papel devido às recentes acusações de assédio ao realizador da longa metragem, Brett Ratner.
“O Jared Leto não está ligado ao filme realizado por Brett Ratner sobre Hugh Hefner, nem irá trabalhar com ele no futuro. As notícias mais recentes estão incorretas e não foram confirmadas pelos seus representantes”, revelou um porta voz do ator.
O realizador do filme foi acusado, esta quarta-feira, 1 de novembro, de assédio sexual por seis mulheres, incluindo as atrizes Olivia Munn e Natasha Henstridge.
Na sequência do escândalo sexual que envolve Ratner, também os representantes da Playboy confirmaram o afastamento do realizador. “Estamos profundamente preocupados acerca das acusações contra o Brett…Achamos que este tipo de comportamento é completamente inaceitável. Suspendemos todos os nossos projetos com a RatPac Entertainment até que a situação volte a ser revista”, revelou a empresa num comunicado.
De acordo com o jornal Los Angeles Times, a produtora Warner Brothers terá também cortado relações com o realizador devido às denúncias de assédio. Entretanto Ratner, através do seu advogado, já veio negar todas as acusações.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras