Nas Bancas

Harvey Weinsten

Harvey Weinsten

Getty Images

Acusado de assédio, Harvey Weinstein acha que não precisa de ajuda

O produtor norte-americano foi acusado de mais de 30 crimes de assédio sexual.

CARAS
22 de outubro de 2017, 10:32

São vários os casos de assédio de sexual que têm vindo a público, nas últimas semanas, e que envolvem o nome de Harvey Weinstein. O produtor, de 65 anos, já tinha comunicado este mês que estava a ser ajudado, depois de uma série de acusações de assédio a mais de 40 mulheres, nas últimas três décadas.

No entanto, o tratamento não está a correr como o esperado. Segundo uma fonte revelou à revista People, Weinstein estará a fazer as sessões de terapia num resort de luxo e não numa clínica de reabilitação.

De acordo, com a mesma fonte, o produtor acha mesmo que não precisa de ajuda. "Ele não ouve ninguém. Ele concordou com o tratamento, mas não pensa que precisa de reabilitação”, referiu.

No entanto uma outra fonte, também em entrevista à revista People, garantiu que o produtor estará determinado em concluir o tratamento. "Ele sabe que precisa de ajuda e quer ser ajudado....Ele está a levar a terapia muito a sério e a lidar com tudo de cabeça erguida.. Está a planear fazer um tratamento de pelo menos 21 dias", revelou.

Recorde-se que nas últimas semanas, Harvey Weinstein foi acusado de assédio por várias atrizes de Hollywood como Lupita Nyong'o, Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Cara Delevingne e Kate Beckinsale O escândalo sexual que envolve o produtor, levou também a que outras celebridades da industria cinematográfica revelassem ter passado por situações semelhantes com outras pessoas do meio artístico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras