Nas Bancas

GettyImages-491259028.jpg

Getty Images

José Sócrates acusado de corrupção, branqueamento e fraude fiscal

No total, o ex-primeiro-ministro é acusado de 31 crimes.

Lusa
11 de outubro de 2017, 11:06

O Ministério Público acusou hoje José Sócrates pela prática de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada, na Operação Marquês.
Uma nota da Procuradoria-Geral da República, hoje divulgada e que dá conta da acusação dos 28 arguidos da Operação Marquês, indica que o ex-primeiro ministro está acusado de 31 crimes económicos.
O empresário e seu amigo Carlos Santos Silva foi acusado de 33 crimes, entre os quais corrupção passiva de titular de cargo político, corrupção ativa de titular de cargo político, branqueamento de capitais, falsificação de documento, fraude fiscal e fraude fiscal qualificada.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras