Nas Bancas

Despedida emocionada no Porto a D. António Francisco dos Santos

O bispo do Porto morreu dia 11, aos 69 anos, vítima de enfarte agudo do miocárdio, na Casa Episcopal do Porto.

Joana Brandão
27 de setembro de 2017, 11:03

Centenas de pessoas despediram-se de D. António Francisco dos Santos na Sé Catedral do Porto, entre elas o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira. A inesperada morte do bispo do Porto causou uma onda de consternação no país, e em particular no Porto, para onde se mudou em fevereiro de 2014, por nomeação do Papa Francisco.
“Recordo-o com grande pesar e saudade já. Era um homem de enorme bondade, muito ligado às pessoas”, afirmou António Costa. Também Rui Moreira lamentou, com grande pesar, a morte do bispo do Porto, decretando três dias de luto municipal. “Era uma pessoa jovem e jovial, que tinha para com as pessoas uma relação de enorme afetividade”, declarou, sublinhando que D. António “estava a desenvolver um trabalho extraordinário junto dos mais necessitados”.
As cerimónias fúnebres, presididas pelo cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, duraram mais de duas horas. A Sé Catedral estava lotada e centenas de pessoas esperaram no exterior para se despedirem. O corpo do bispo do Porto foi sepultado numa cripta na Capela de São Vicente, nos claustros da Sé.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras