Nas Bancas

Garrett McNamara confessa: “O amor e o apoio de Portugal emocionam-me”

No ano em que completou 50 anos, Garrett lançou um livro autobiográfico, “Lobo do Mar”, e quebrou um recorde, surfando a onda mais longa de sempre, no rio Tejo.

Sofia Nunes
16 de setembro de 2017, 14:00

O ponto de encontro foi em Tróia, mas, ao contrário do que se podia esperar, não foi no mar. Garrett McNamara, a mulher, Nicole, e o filho, Barrel, de três anos, aproveitaram uma manhã diferente no Tróia Golf e durante umas horas trocaram as pranchas pelos tacos. A CARAS aproveitou o momento para pôr a conversa em dia com o surfista.
– Jogar golfe é mais difícil do que parece...
Garrett McNamara –
É muito desafiante! Consegui dar umas tacadas, mas também falhei bastantes. Se fosse bom nisto, via-me a passar tempo a jogar golfe... Gosto de competir.
– E a Nicole também, pelo que se viu no green. São competitivos um com o outro?
– Nós não competimos, isso não é saudável! Queremos ficar juntos. [Risos.] Somos uma equipa. Quando nos juntámos, jogámos Scrabble e, a partir desse dia, decidimos que era melhor não competirmos um com o outro.
– O Barrel, apesar de muito pequeno, também parece ter esse lado competitivo. Ele tem uma personalidade forte? Como é que o descreve?
– Eu sou Leão e a Nicole é Touro, dois lados muito fortes que acho que ele herdou. O Barrel é muito original, gosta de escolher as suas próprias roupas, como se pode ver pela T-shirt que ele trouxe hoje. É muito parecido comigo, é muito extrovertido, adora estar com pessoas.
– A Nicole e o Barrel estão sempre consigo. Será esse o segredo para uma relação duradoura?
– Não poderia ser de outra maneira. Sinto que falta alguma coisa quando eles não estão presentes, eles completam-me.
– Não se torna cansativo?
– Se nos cansamos, resolvemos logo as coisas, andamos para a frente. Vivemos o momento, trabalhamos para viver melhor e não fazer os mesmos erros.
– Querem ter mais filhos?
– Sim. Temos falado sobre isso e de certeza que vamos ter mais um.
– É um homem ligado à família?
– Sim, mas também gosto do meu tempo a sós com a Nicole... Mas o Barrel é tão especial, adoro cuidar dele e vê-lo crescer...
– Este ano já lançou um livro e quebrou um recorde pessoal. Ainda há mais coisas para fazer?
– Há sempre mais alguma coisa para fazer. Lesionei-me há cerca de um ano e meio e agora estou focado na recuperação, para regressar às grandes ondas.
– O que é que as pessoas passaram a conhecer sobre si com o livro Lobo do Mar?
– Praticamente tudo. A maioria das pessoas não sabe que nasci longe do mar, em Massachusetts. Não sabem que quando era novo não tinha praticamente nada. Tinha uma mãe com um espírito livre que não nos impunha regras...Tive que trabalhar por tudo o que tenho hoje.
– E já fez muito por Portugal. Sente-se merecedor do carinho das pessoas?
– Não parece real... nunca sonhei alcançar isto no meu país, quanto mais noutro. Excedeu qualquer expectativa, nem nos meus sonhos! O amor e o apoio de Portugal emocionam-me.
Produção: Vanessa Marques

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras