Nas Bancas

GettyImages-841906530.jpg

Getty Images

George e Amal Clooney acolheram refugiado iraquiano

O casal deu alojamento a um homem que fugia do Estado Islâmico na sua casa no Kentucky, nos EUA, e pagou-lhe os estudos.

Ana Romano Afonso
8 de setembro de 2017, 16:35

George e Amal Clooney revelaram à revista The Hollywood Reporter que auxiiliaram um refugiado yazidi, uma minoria religiosa perseguida pelos fundamentalistas do autoproclamado Estado Islâmico. O homem recebeu alojamento numa das propriedades do casal em Augusta, no estado do Kentucky, nos EUA, e tem os seus estudos na Universidade de Chicago pagos.
O refugiado estava a deslocar-se para Mossul, no Iraque, quando dois condutores foram mortos a tiro pelo Estado Islâmico. O ataque tinha como objetivo matar todos os indivíduos que quisessem entrar na universidade. Quando George e Amal souberam do seu caso não hesitaram em ajudá-lo.
Recorde-se que o casal é conhecido também pelas suas ações filantrópicas. Fundaram a The Clooney Foundation for Justice, em 2016, para "promover a justiça em tribunais, comunidades e salas de aula em todo o mundo", segundo indica o site da instituição. Em março deste ano, foram a Berlim, na Alemanha, para ouvirem as histórias de três famílias de refugiados sírios e consciencializar a sociedade civil sobre os efeitos da guerra na Síria.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras