Nas Bancas

Família imperial do Japão anuncia noivado da princesa Mako

A filha do príncipe Akishino renunciou à realeza por amor.

CARAS
5 de setembro de 2017, 11:37

A princesa Mako do Japão vai casar-se com Kei Komuro, um jovem que conheceu quando ambos estudavam na Universidade Cristã Internacional de Tóquio, em 2012. Depois de alguns meses de especulação na imprensa internacional, a Casa Imperial do Japão confirmou que a neta mais velha do imperador Akihito se prepara para subir ao altar com um plebeu, o que implica que renuncie aos seus títulos nobiliárquicos. “Senti-me verdadeiramente feliz quando ele se declarou a mim no final de 2013 e aceitei namorar com ele de imediato”, explicou Mako durante a conferência de imprensa na residência real, em Tóquio. O noivo, por sua vez, disse “ter consciência da grande responsabilidade que representa o casamento com uma princesa” e expressou o seu desejo de “construir uma família harmoniosa”.
Atualmente a filha dos príncipes Akishino e Kiko do Japão trabalha como investigadora num museu da capital japonesa e Kei Komuro num escritório de advogados, enquanto termina o mestrado em Direito.
Recorde-se que a princesa Mako, apesar de ser filha do segundo na linha de sucessão, nunca poderia ocupar o trono japonês, uma vez que a lei não o permite. Esta determina ainda que todas as mulheres que nascem no seio da família imperial perdem os seus direitos reais quando decidem casar-se com plebeus. Foi, por exemplo, o caso da princesa Sayako, única filha dos atuais imperadores japoneses, Akihito e Michiko, que perdeu o título quando se casou quando um funcionário público, há 12 anos.
Prevê-se que o casamento de Mako do Japão com Kei Komuro aconteça já em 2018.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras