Nas Bancas

Graça Fonseca

Graça Fonseca

DR

Secretária de Estado assume homossexualidade

Graça Fonseca fala da sua orientação sexual em entrevista e defende: “As leis não bastam para mudar mentalidades”.

CARAS
23 de agosto de 2017, 11:46

Graça Fonseca, Secretária de Estado da Modernização Administrativa, assumiu numa entrevista ao Diário de Notícias, ser homossexual. “Acho que as leis não bastam para mudar mentalidades, não bastam para mudar a forma como olho para o outro, que aquilo que muda a forma como olhamos para os fenómenos tem muito que ver com empatia", explica, considerando “importante” falar publicamente do seu próprio caso, que diz ser “uma afirmação política”. “As pessoas afirmarem publicamente que são homossexuais, não há muito quem o tenha feito. E acho que isso é importante. Se as pessoas começarem a olhar para políticos, pessoas do cinema, desportistas, sabendo-os homossexuais, como é o meu caso, isso pode fazer que a próxima vez que sai uma notícia sobre pessoas serem mortas por serem homossexuais pensem em alguém por quem até têm simpatia. E se as pessoas perceberem que há um seu semelhante, que não odeiam, que é homossexual, isso pode fazer que a forma como olham para isso seja por um lado menos não querer saber se essas pessoas são perseguidas, por outro lado até defender que assim não seja. Mas mesmo que seja só deixar de não querer saber já é um ganho”, defende.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras