Nas Bancas

Luciana Abreu e Daniel Souza contam a sua história de amor

Juntos há quatro meses, a cantora e atriz e o guia turístico acreditam que são “almas gémeas.”

Marta Mesquita
20 de agosto de 2017, 10:00

Estão constantemente a olhar um para o outro. Tocam-se, trocam risos cúmplices e frases sussurradas ao ouvido. Luciana Abreu, de 32 anos, e Daniel Souza, de 38, estão muito apaixonados. E não o escondem. Nem querem. Indiferentes ao que possam pensar sobre este namoro que começou há quatro meses, a artista e o guia turístico vivem em pleno o seu amor, estando já a preparar o casamento e à espera do seu primeiro filho, cujo nascimento está previsto para março.
Nesta primeira entrevista a dois, concedida em exclusivo à CARAS, não houve assuntos tabu. A genui­nidade do seu amor, o filho que esperam, o casamento, o corte de relações com a mãe e a irmã de Luciana, Ludovina e Ana Luísa, respetivamente, e a alegada influência da madrinha das filhas, Maria Odette, na vida da cantora e atriz foram os temas desta conversa “sem filtros”.
– Assuntos não nos faltam nesta entrevista, mas vamos começar pelo óbvio: como é que se conheceram e se apaixonaram?
Luciana Abreu – O Dani entrou em contacto comigo numa rede social e nessa altura eu pensava que ele era amigo de um dos meus irmãos do coração. Aceitei o pedido de amizade e começámos a conversar por mensagem, o que durou alguns meses. Quando vi como ele era bonito, pensei logo em descartar-me, porque não queria apaixonar-me. Mas ele insistiu tanto que acabámos por nos conhecer no dia de Páscoa, antes de eu ir atuar numa discoteca que se chama Vaticano! Ele não fazia ideia de que eu era a Floribella, porque é francês e, embora viva cá, passa muito tempo fora, e foi muito bonito vê-lo a descobrir quem sou. Nesse dia ele estava com a família e foi depois de beijar a cruz [um ritual católico] que veio ter comigo.
– É caso para dizer que este só poderia ser um encontro “abençoado”…
– [Risos] É verdade. Mas pouco antes da hora marcada, estive mesmo para desmarcar o encontro. Estava com receio de gostar dele...
Daniel Sou­za – Cheguei e ela entrou no meu carro a falar ao telemóvel e mandou-me seguir em frente. Já tínhamos conversado bastante, mas nunca nos tínhamos visto. Fiquei estupefacto a olhar para ela e a admirar a sua beleza.
Luciana – E nesse dia fui o mais feia possível, sem maquilhagem, que era para o afastar. Mas não adiantou [risos]! Foi amor à primeira vista.
Leia esta entrevista na íntegra na edição 1149 da revista CARAS.
Assinatura Digital
Apple Store
Google Play
Vídeo de 'making of' da sessão fotográfica que acompanha a entrevista:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras