Nas Bancas

Taylor Swift

Taylor Swift

Getty Images

Guarda-costas confirma que Taylor Swift foi vítima de assédio sexual

Cantora diz-se vítima do comportamento abusivo do antigo radialista David Mueller.

CARAS
12 de agosto de 2017, 16:09

Taylor Swift acusa o antigo locutor de rádio David Mueller, de 55 anos, de a ter assediado durante um encontro com fãs antes de um concerto em Denver, Estados Unidos. O caso remonta a 2013, mas só agora chegou a tribunal.
Greg Dent, um antigo guarda-costas da artista, de 27 anos, confirma a sua versão dos factos. “Eu vi a mão dele debaixo do vestido dela… a saia subiu… ela afastou-se. Tenho a certeza que ele tinha estado a beber. Por isso não sei até que ponto isso não aconteceu por estar a cair”, disse perante o juiz. O segurança disse ainda que a cantora lhe deu sinal para continuarem com o evento, o que explica o facto de não ter intervindo no momento. Só no final, quando já estava só com a equipa, a artista terá partilhado o que lhe tinha acontecido.
Mueller continua a negar qualquer tentativa de assédio e acusa Taylor Swift de ter prejudicado a sua carreira, fazendo com que perdesse o seu emprego na estação de rádio KYGO-FM. Aliás, foi isso que o motivou a apresentar queixa em tribunal contra a cantora, alegando que o falso testemunho dela tinha feito com que fosse despedido. Acusações a que Swift respondeu com um processo por assédio sexual, pedindo apenas uma indemnização simbólica de um dólar. “Só quero repor a verdade. Não vou permitir que ele continue a dizer que eu menti”, defende-se a estrela.
Recorde-se que a intérprete de temas como Shake It Off recordou o sucedido em tribunal na quinta-feira, dia 10, mantendo a mesma versão anteriormente revelada. “Ele agarrou a minha nádega nua. Eu senti-o a agarrar-me a nádega debaixo da saia”, lembrou quando questionada pelo advogado de defesa Gabriel McFarland.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras