Nas Bancas

André Carvalho e Carolina Quina voltam a ‘casa’ depois de nove meses em viagem

Após nove meses a viajarem pelo mundo, André e Carolina passaram um fim de semana com os filhos, Leonor, Pedro e André, na Herdade do Reguenguinho, no Alentejo.

Pedro Amante
12 de agosto de 2017, 18:00

Há cerca de nove meses, André Carvalho e Carolina Quina embarcaram na grande aventura das suas vidas. Deixaram os empregos, venderam a casa e partiram com os três filhos, Leonor, de nove anos, Pedro, de seis, e André, de dois, rumo à Ásia e à Austrália. Começaram na Tailândia, atravessaram parte da Austrália numa auto-caravana, descobriram a Tasmânia, Nova Zelândia, Indonésia, China, Vietname, Japão, Hong Kong e Macau. Conheceram novas realidades, fizeram novos amigos, viveram momentos únicos que a memória jamais apagará.
Regressam de coração cheio, com muitas histórias para contar e a certeza de que Portugal é um dos melhores lugares do mundo para se viver. Demos-lhes as boas-vindas durante um fim de semana passado na tranquilidade do Alentejo.
– Já se sentem novamente em casa?
André – Sim, sem dúvida. É tão bom viajar como regressar a casa, mas ainda estamos noutro ritmo, claramente.
– Do que é que tinham mais saudades?
– Da família e dos amigos, naturalmente. Das coisas simples, de um jantar em família ou de uma festa de aniversário. Também tínhamos saudades da comida, não há nenhum país no mundo onde se coma tão bem como em Portugal.
– Em algum momento encararam a hipótese de não regressarem, de organizarem a vossa vida num dos países por onde passaram?
Não, nunca encarámos essa hipótese, nem antes de partir nem durante a viagem. Adoramos viajar, mas também adoramos viver em Portugal, é um país bom para se viver e é também o país a que estamos habituados. Para além disso, sou muito agarrado à família.
– E o que mudou na relação com os vossos filhos?
Partilhámos muita coisa com eles, vivemos momentos muito diferentes e isso aproximou-nos ainda mais. Foi também uma ótima experiência de conhecimento mútuo, dos nossos limites, frustrações, do que nos faz felizes. Foi muito importante.
Leia esta entrevista na íntegra na edição 1148 da revista CARAS.
Assinatura Digital
Apple Store
Google Play
Vídeo de 'making of' da sessão fotográfica que acompanha a entrevista:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras