Nas Bancas

Cristiano Ronaldo ouvido durante hora e meia por suspeitas de fraude fiscal

O craque português apresentou-se hoje no tribunal de Pozuelo de Alarcón, nos arredores de Madrid.

Lusa
31 de julho de 2017, 14:03

Cristiano Ronaldo abandonou o tribunal de Pozuelo de Alarcón, nos arredores Madrid, depois de prestar declarações durante uma hora e meia na qualidade de suspeito de ter defraudado o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros entre 2011 e 2014.
"Está tudo em ordem e [Ronaldo] já está a caminho de casa", disse o representante do internacional português, Inaki Torres, no final da audição, numa altura em que as várias centenas de jornalistas presentes estavam à espera que fosse o próprio Cristiano falar, como tinha sido anunciado.
Torres remeteu para mais tarde um comunicado de imprensa da Gestifute, empresa do agente do jogador, Jorge Mendes.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras