Nas Bancas

Trio de decoradores faz sucesso: “Não somos sócios, somos amigos”

Radicados no Porto, os profissionais da Ding Dong mostram a sua obra em Lisboa.

Esmeralda Costa
24 de junho de 2017, 10:00

Um arquiteto, Michael Mi­randa, uma designer de interio­res, Maria João Gonçalves, e um engenheiro ambiental, Davide Gomes, encontram-se e ficam unidos pela empatia. Hoje, além de amigos inseparáveis são sócios e mentores do atelier Ding Dong, com sede no Porto. Tudo nasceu há vinte anos, quando Davide e Michael começaram a fazer projetos de interiores para amigos, “pela piada”, diz Davide. Surgiu a vontade de fazerem algo mais estruturado e entretanto Michael foi trabalhar para a Oito em Ponto (empresa portuense de arquitetura de interiores), onde conheceu Maria João. “Sentimos uma empatia muito grande logo no primeiro momento”, conta a designer. Estava formado o trio e Davide juntou à formação em engenharia uma pós-graduação em gestão para gerir a empresa, deixando o lado criativo para os dois sócios. “Separamos bem as nossas áreas, mas todas as decisões são tomadas em conjunto”, explica o gestor.
– Sei que são rigorosos no acompanhamento dos projetos.
João Sim, acompanhamos tudo. É fundamental para garantir a qualidade dos nossos projetos.
Michael O rigor que pomos nos detalhes é o que nos destaca.
Davide Cerca de 80 por cento do mobiliário é desenhado por nós. Para cada projeto desenhamos as peças necessárias. Raramente repetimos e, mesmo que se repita, mudamos a cor ou o tamanho.
– A vossa as­sinatura vai da arquitetura de interiores à decoração.
Michael – Exa­to. Tudo isso está debaixo do nosso olho.
Davide – Há clientes que não conhecem a casa quando a recebem, temos de lhes fazer uma visita guiada e explicar onde está a roupa ou a comida, por exemplo, porque já está tudo arrumado. Alguns chegam ao detalhe de nos pedirem uma playlist ou o próprio cheiro da casa.
João Todo o enxoval, por exemplo, é escolhido por nós.
– Porquê o nome Ding Dong?
Maria João Sur­ge do ato de tocar à campainha e entrar na vida privada dos clientes. Nas muitas reuniões que temos com os clientes, acabamos por ficar a conhecê-los muito bem.
Leia esta entrevista na íntegra na edição 1141 da revista CARAS.
Assinatura Digital
Apple Store
Google Play

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras