Nas Bancas

Ariana Grande

Ariana Grande

Getty Images

Ariana Grande suspende digressão mundial após ataque de Manchester

O atentado ocorreu no final de um concerto da artista na cidade inglesa.

CARAS
23 de maio de 2017, 12:29

“Destruída. Sinto muito, do fundo do meu coração. Não tenho palavras.” Foi esta a primeira declaração de Ariana Grande no Twitter após o atentado no Manchester Arena, onde tinha acabado de atuar, que fez pelo menos 22 mortos e 59 feridos. A explosão ocorreu pelas 22h30, minutos depois da artista cantar o último e quando o público se preparava para deixar o recinto. Sabe-se que tanto Ariana Grande como toda a sua equipa saiu ilesa.
Scooter Braun, agente da cantora, partilhou nas redes sociais o seguinte comunicado: “Estamos de coração partido esta noite. Não há palavras para expressar o que sentimos pelas vítimas e familiares feridos neste ataque sem sentido. Lamentamos as vidas das crianças e dos seus entes queridos que foram roubadas neste ato cobarde. Sentimo-nos gratos pela rápida atuação das autoridades e das equipas de socorro. Pedimos que rezem pelas vítimas e as suas famílias”.
No local encontravam-se cerca de 20 mil pessoas, sobretudo crianças e adolescentes, e viveram-se momentos de grande tensão e angústia.
De acordo com o TMZ, Ariana Grande, de 23 anos, decidiu suspender temporariamente a digressão The Dangerous Woman. Os próximos concertos estavam agendados para 25 e 26 de maio, em Londres, e depois seguiam-se, Bélgica, Alemanha, Suíça e Lisboa, a 11 de junho.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras