Nas Bancas

Liliana Campos e Cláudio Ramos revelam a ‘fórmula’ da sua química

A popular dupla vai conduzir uma vez mais a emissão especial dos Globos de Ouro para o canal SIC CARAS.

CARAS
21 de maio de 2017, 14:00

Liliana Campos é ponderada e discreta. Cláudio Ramos é mais ‘desbocado’ e extrovertido. Contudo, há entre eles uma admiração mútua e uma cumplicidade que não passa despercebida aos espectadores. Graças a esse companheirismo e às suas qualidades profissionais, os dois voltaram a ser convidados para apresentar a emissão especial dos Globos de Ouro que vai ser transmitida pela SIC CARAS. Em contagem decrescente para a grande gala do ano, Liliana e Cláudio revelaram-nos o que se pode esperar desta dupla, que na televisão ou fora dela faz sempre faísca.
– Conduzir a emissão especial dos Globos é um desafio?
Cláudio Ramos – Sim, é uma grande responsabilidade, mas é também uma honra. A emissão dura várias horas, porque vamos mostrar o que se passa antes da gala e acompanhar todo o espetáculo. Vamos comentar tudo o que acontece e falar com os vencedores. Vamos estar muito tempo em antena e em direto. O nosso público é muito exigente e isso obriga-nos a dar sempre o nosso melhor.
Liliana Campos – Fico sempre muito feliz por fazer estes especiais e acho que é isso que passo lá para casa. Mesmo que faça este trabalho muitas vezes, há sempre coisas novas, como os nomeados e a própria dinâmica do espetáculo. É uma emoção renovada. E continuo a preparar-me como se fosse a primeira vez. Por isso, faço uma pesquisa exaustiva sobre todos os nomeados e intervenientes na cerimónia.
– Trabalham juntos no Passadeira Vermelha e a vossa química é notória. Como é que a explicam?
Cláudio – Adoro trabalhar com a Liliana. Somos muito cúmplices e isso nota-se no nosso trabalho. Levamos sempre tudo bem preparado, mas também sabemos lidar com o improviso.
Liliana – Trabalhar com o Cláudio é maravilhoso. Ele dá-me muita segurança. Sei que se prepara muito bem e que tem uma capacidade de improvisar única. E depois temos uma química ótima, que fomos desenvolvendo ao longo dos anos, e que acaba por passar para o espectador. É importante que as pessoas lá em casa percebam que temos uma relação espontânea e sincera, que não é teatral. A nossa química vale por tudo!
– E nos Globos, vamos ter dois apresentadores muito sérios ou vai haver espaço para a brincadeira e o improviso?
Cláudio – Vou apresentar esta emissão com toda a seriedade e credibilidade, mas é claro que também haverá espaço para o improviso. É um registo diferente daquele que tenho como comentador do Passadeira Vermelha. Vamos tentar conciliar três fatores: informação, diversão e boa disposição.
– E já sabem o que vão vestir na grande noite?
Liliana – Não posso revelar muitos pormenores sobre o meu look, mas posso dizer que vai ser diferente de tudo aquilo que tenho usado. Se calhar não vou usar um vestido…
Cláudio – Eu vou usar uma criação do Luís Carvalho em azul e preto. Não vou com gravata nem laço. É elegante e, acima de tudo, confortável.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras