Nas Bancas

Joaquín Cortés garante: “Se algum dia perder a paixão pelo que faço, paro”

O bailarino de flamenco esteve em Cascais, onde vai apresentar o seu próximo espetáculo, ‘Essência’.

Andreia Cardinali
14 de maio de 2017, 16:00

Em Cascais apenas por umas horas para promover o seu espetáculo Essência, que estreará no Festival Cascais Groove a 24 de junho, Joaquín Cortés sente-se sempre em casa cada vez que regressa a Portugal. “Vim diretamente de Madrid e ainda regresso hoje, onde estou a ensaiar para o meu próximo espetáculo, que depois de Espanha terá a sua estreia aqui. Gosto muito de cá estar, sou sempre muito bem recebido e as pessoas são sempre muito carinhosas comigo. Aqui sinto-me muito confortável”, contou o bailarino de flamenco à CARAS.
Aos 48 anos e com uma carreira de 36, Joaquín não planeia “pendurar as botas” e garante que mantém a vontade de dançar: “Continua a gostar muito do que faço e cada vez mais. Se algum dia perder a paixão pelo que faço, paro. Sinto-me muito feliz, porque continuo com os mesmos sonhos do menino que aos 12 anos subiu pela primeira vez a um palco. Continuo a gostar muito de pisar aquele chão e a ficar encantado com a reação e emoção do público.” Entre os sonhos que mantém está o de ter filhos, mas ressalva que não tem pressa: “Irá acontecer, seguramente, mas não sei quando. Para mim, isso será uma realização enquanto pessoa.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras