Nas Bancas

Cuca Roseta prepara casamento pela Igreja

“Estou ansiosa para que o João chegue a Portugal e se torne meu marido com a bênção de Deus”, confessa a fadista.

Natalina de Almeida
14 de maio de 2017, 20:00

Dois anos depois do casamento civil com o preparador físico João Lapa, o sonho de se casar pela Igreja está prestes a ser concretizado e Cuca Roseta já escolheu o vestido que usará nesse dia. Aproveitando uma pausa na sua agenda de concertos, a cantora viajou até Barcelona para realizar uma prova do seu vestido no atelier da Pronovias e assistir ao desfile em que a marca catalã mostrou as tendências para 2018.
Feliz, Cuca contou à CARAS que acha o seu vestido de noiva lindo e não escondeu o nervosismo que sente com a aproximação desse dia de emoções: “Sou tranquila por natureza e vou desfrutando de cada momento da organização, estou é ansiosa para que o João chegue e seja realmente meu marido com a bênção de Deus, porque isso muda tudo para mim.”
O vestido de noiva é um segredo que Cuca quer guardar, mas acabou por revelar alguns pormenores. “Vou ter dois vestidos de noiva. O primeiro, mais tradicional, terá um véu e será usado durante a cerimónia religio­sa e o jantar. O segundo, mais moderno, será usado na festa que se seguirá.”
Na cerimónia, os filhos, Lopo, de nove anos, nascido de uma relação anterior, e Benedita, de um ano, desta união, vão ter um papel de destaque, pois levarão as alianças. “Ainda não sabemos se a Benedita já vai andar nessa altura, mas temos esperança que sim. Senão, irá ao colo da prima, minha afilhada, que também irá entregar as alianças juntamente com os meus filhos.”
Muito feliz com a aproximação do grande dia, a cantora explica que casar-se pela Igreja é mais do que um sonho. “Às vezes pergunto-me se mereço tanta felicidade”, confidencia. Nem as dificuldades de viver um casamento à distância preo­cupam Cuca Roseta. Com o marido a trabalhar em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a cantora acredita que o amor deles tem crescido. “Há um sentido maior para tudo isto e é preciso saber agradecer e não me queixar, pois só o facto de ele ser meu marido já é uma bênção enorme. O amor nunca acaba, até acho que cresce. Somos uns privilegiados, mesmo com as dificuldades que vamos tendo”, conclui.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras