Nas Bancas

Aura Miguel partilha o lado mais privado do Papa Francisco

Falámos com a jornalista poucos dias antes da vinda do Sumo Pontífice a Portugal.

Marta Mesquita
13 de maio de 2017, 10:00

Ser vaticanista e acompanhar de perto o pontificado dos últimos três Papas tem sido muito mais do que um trabalho para Aura Miguel. É, acima de tudo, uma missão e uma inspiração para a sua vida. Desde 2013, a jornalista da Rádio Renascença tem no Papa Francisco o ‘protagonista’ dos seus dias, um homem “muito próximo”, que poderia ser descrito como o “Papa do abraço e do beijo”, como revela. E é precisamente esse lado mais intimista e privado que a vaticanista expõe no seu mais recente livro, Conversas em Altos Voos.
A dias do Papa vir a Fátima, para assinalar o centenário das aparições de Nossa Senhora aos Pastorinhos, Aura partilha com a CARAS quem é este argentino de sorriso fácil, que faz dos afetos e do amor ao próximo o seu lema de vida.
– No seu livro retrata a sua convivência com o Papa Francisco. O que mais a impressiona neste Sumo Pontífice?
Aura Miguel
– Neste livro, relato conversas e episódios passados, na sua maior parte, no avião papal e que só quem está lá dentro pode contar. E mostrar esses bastidores é a grande novidade deste livro. Este Papa faz-se muito próximo. Sempre que pode, vem ter com os jornalistas, conversa connosco e quer conhecer-nos. Ele procura a relação direta e isso é muito marcante. Encontra-se com Cristo encontrando-se com cada um. Além disso, tem muito sentido de humor.
– Portanto, mesmo num contexto mais privado, o Papa é aquilo que aparenta ser publicamente.
– Sim, até é mais próximo. Ele anda mesmo à solta no avião papal!
– No livro também está publicada a entrevista que fez ao Papa Francisco em setembro de 2015. Este foi o grande momento da sua carreira como vaticanista?
– Certamente foi um dos momentos mais importantes da minha vida e foi o culminar de uma carreira de 30 anos, porque tive o Papa só para mim durante uma hora! E este Papa não gosta de dar muitas entrevistas... Mas também guardo como tesouros os encontros com os outros Papas.
Leia esta entrevista na íntegra na edição 1135 da revista CARAS.
Assinatura Digital
Apple Store
Google Play

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras