Nas Bancas

0.jpg

José Mayer: Caso de assédio arquivado

A figurinista que acusou o ator optou não avançar com uma queixa-crime.

CARAS
2 de maio de 2017, 10:09

José Mayer não será julgado em tribunal por ter assediado Su Tonani. De acordo com a imprensa brasileira, a figurinista da Rede Globo decidiu não avançar com uma queixa-crime contra o ator, uma decisão que influenciou também o Ministério Público, que não vai pedir que o ator seja condenado, uma vez que já assumiu as culpas publicamente e a própria vítima prefere que o caso seja arquivado.
Recorde-se que Su Tonani acusou José Mayer de a ter assediado e contou até que este teria colocado as mãos entre as suas pernas. Num primeiro momento, o galã das novelas brasileiras negou o sucedido, pedindo que não se confundisse a ficção com a realidade e alegando que os gestos obscenos pertenciam à sua personagem, Tião Bezerra, em A Lei do Amor. Contudo, acabou por assumir os comportamentos impróprios para com a figurinista e fez um pedido de desculpas público numa carta aberta publicada pela revista Veja.
Ainda antes de admitir que tinha errado, José Mayer já tinha sido suspenso pela Globo por tempo indeterminado. Entretanto, várias atrizes vieram a público dizer que também elas foram assediadas pelo galã, nomeadamente Camila Pitanga e Letícia Sabatella.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras