Nas Bancas

Maria Luísa Horta elogia as mulheres através da pintura

A artista uniu a pintura à escrita e faz uma homenagem a todas as mulheres através de uma mostra que integra 14 quadros e que esteve exposta no Hotel NH, no Campo Grande.

Cristiana Rodrigues
22 de abril de 2017, 18:00

Há nove anos, tinha 50 de idade, Maria Luísa Horta, que é licenciada em gestão de empresas e fazia a sua carreira na área, decidiu seguir o seu sonho, fazer o que lhe dava prazer e lhe enchia a alma: escrever e pintar. “Resolvi seguir o que mais queria para ser feliz e sentir-me realizada. Digo a todas as pessoas que não desistam dos seus sonhos. Os sonhos não têm idade. Deixa-me triste que as pessoas se deixem morrer vivas. Eu senti esta necessidade, ganhei coragem e, mesmo contra tudo e todos, que desaprovavam de forma explícita ou velada, segui em frente. Sacrifiquei muita coisa, mas se fosse hoje, faria exatamente o mesmo. Hoje estou mesmo feliz”, conta-nos a artista, enquanto nos mostra as 14 obras que expôs recentemente no Hotel NH, no Campo Grande.
Nesta mostra individual, Maria Luísa Horta faz uma homenagem às mulheres: “Quis evidenciar as capacidades das mulheres. Exprimir desta forma a sua espiritualidade, pintando o sonho, idealizando e recriando o mundo, na tentativa de passar as mensagens de esperança e liberdade e de transcender a realidade. Sou mulher e revejo-me naquilo que faço. Todas estas obras, que são acompanhadas por um poema, representam a minha forma de ver e sentir a vida e como gostaria que ela fosse.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras