Nas Bancas

0.jpg

Getty Images

Cristiano Ronaldo terá pago para esconder caso

Jornal alemão diz que jovem norte-americana denunciou o craque madeirense por violação.

CARAS
14 de abril de 2017, 19:12

O jornal alemão Der Spiegel avança que Cristiano Ronaldo foi acusado de violação por uma jovem norte-americana, a quem terá pago cerca de 260 mil euros para ficar em silêncio. Acusações veementemente desmentidas pelo advogado do internacional português em Munique, Johanes Kreile. “As acusações devem ser rejeitadas contundentemente porque são incorretas (…) Serão iniciadas as ações legais contra declarações falsas”, disse precisamente ao mesmo semanário.
A mesma publicação descreve que o caso remonta à manhã do dia 13 de junho de 2009 e terá acontecido num hotel de Las Vegas, Estados Unidos. A jovem em causa, na casa dos 20 anos, terá feito queixa à polícia da cidade por telefone, mas não chegou a referir o nome do suposto violador, dizendo apenas que se tratava de “uma figura pública”, “um atleta”. Para que a situação não saltasse para as páginas de jornais de todo o mundo, Carlos Osório, advogado do futebolista português, conseguiu um acordo extrajudicial, escreve ainda o Der Spiegel.
A jovem terá aceitado retirar a queixa e identificar todas as pessoas com quem tinha falado sobre o assunto após o acordo que estabelecia o pagamento de 258.172 euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras