Nas Bancas

Mulher de Michael Bublé fala pela primeira vez sobre a luta do filho contra o cancro

Noah tem três anos e recebeu o diagnóstico de cancro no fígado em novembro último.

CARAS
11 de abril de 2017, 12:39

Após mais de cinco meses de silêncio e de angústia, Luisana Lopilato sente que pode respirar um pouco e foi também por isso que, pela primeira vez em todo este tempo, falou publicamente da doença do filho mais velho, Noah, de três anos. O menino foi diagnosticado com cancro no fígado em novembro do ano passado e toda a vida familiar ficou em suspenso: Michael Bublé cancelou todos os concertos e colocou a sua carreira em stand by e a mulher também deixou de lado os trabalhos como modelo e atriz e focou-se na recuperação do filho.
De regresso ao seu país, a Argentina, após quatro meses de tratamentos intensos em Los Angeles, Estados Unidos, Luisana Lopilato afirmou: “Obrigada a todos por estarem aqui. Claro que quero agradecer-vos [aos meios de comunicação] a todos o respeito com que falaram no assunto. Às pessoas, agradeço o apoio, as orações em cadeia, o amor. Chegou-nos tudo. E ajudou-nos muito a seguir em frente. Quero partilhar convosco que, Graças a Deus, o meu filho está bem. Claro que este é um processo longo, como todos sabem. O Noah tem de continuar a ser vigiado, mas estamos muito felizes. Temos muita vontade de fazer planos para o futuro, de ver os nossos filhos crescer. É difícil falar nisto, é tudo muito recente. Ainda me emociono muito ao falar no assunto”. Declarações feitas durante a conferência de imprensa de promoção do filme Los Que Aman, Odian, de Alejandro Maci, cujas filmagens interrompeu para se centrar na recuperação de Noah, tendo voltado ao set de rodagem apenas no final de março. E também para todos os colegas ficou uma palavra de apreço. “Não só me mostraram que confiavam no meu trabalho quando me convidaram para o filme, como esperaram por mim. Ficou tudo em suspenso (…) As demonstrações de amor que tenho recebido são inexplicáveis. Tanto comigo como com os meus colegas, as pessoas na rua são incríveis. O amor é diário. É muito bom sabermos que não estamos sozinhos. (…) Agora posso voltar, cheia de força e feliz por ver o meu filho crescer. Vê-lo feliz deu-me forças para terminar as gravações deste filme que tanto gostei de fazer. A minha vida esteve em pausa durante uns meses e quando passamos por algo semelhante, inevitavelmente, passamos a ver a vida de forma diferente. Hoje valorizo muito mais a vida e os pequenos momentos”, disse, emocionada.
Nas redes sociais, a mulher de Michael Bublé também quis deixar uma mensagem de agradecimento a todos os que acompanharam a família neste momento delicado: “Sinto o dever de agradecer eternamente por tantas demonstrações de amor. Desde que cheguei à Argentina, tenho sido acarinhada e tudo isso me toca profundamente. Sinto-me abençoada e abraçada por esta energia maravilhosa que recebo através das mensagens positivas e as orações de tanta gente. Hoje, quero agradecer de coração a todas as pessoas que me deram força quando eu mais precisava. O amor das pessoas é um dos presentes mais valiosos que a minha profissão me deu e por isso, hoje mais do que nunca, digo OBRIGADA. Obrigada por me acompanharem na dor, obrigada por ficarem felizes comigo, obrigada por fazerem parte da minha vida”.
Luisana Lopilato, de 29 anos, e Michael Bublé, de 41, são também pais de Elias, que completou um ano em janeiro último.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras