Nas Bancas

Kelly Bailey conta como viveu o dia do atentado terrorista em Londres

A tirar um curso de teatro na capital inglesa, a atriz lamenta os tempos arrepiantes que estamos a viver.

Joana Brandão
8 de abril de 2017, 18:00

Três dias depois do atentado de 22 de março na Ponte de Westminster, em Londres, a atriz Kelly Bailey, que há um mês se mudou para Londres, para estudar a técnica de Meisner na escola Actors Temple, fez uma curta visita ao Porto, durante a qual nos contou como viveu o momento: “Passei no Big Ben meia hora antes, a caminho do teatro, mas só no intervalo da peça é que soube o que se estava a passar. Quando saí estava a confusão instalada, havia polícia por todo o lado e as pessoas estavam na rua, muito nervosas...”
Filha de mãe portuguesa e de pai inglês, Kelly, que está a morar em casa de familiares na capital britânica, lamentou que estejamos a viver “tempos assustadores e arrepiantes”, mas defendeu, convicta: “Não podemos sentir medo, isso é o que os terroristas querem.”
A atriz esteve no Porto para desfilar no Portugal Fashion a convite da APPICAPS, a associação da indústria do calçado português.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras