Nas Bancas

1.jpg

DR

José Mayer assume assédio a figurinista

O ator brasileiro começou por negar os acontecimentos, mas acabou por assumir ter assediado Susllem Tonania.

CARAS
5 de abril de 2017, 09:36

José Mayer, de 67 anos, é um dos atores mais queridos do Brasil e muito conhecido em Portugal graças às inúmeras novelas que protagonizou. Atualmente no ar na trama A Lei do Amor, em exibição na SIC, o ator brasileiro viu-se envolvido num escândalo ao ser acusado por uma figurinista de 28 anos de assédio sexual. Numa primeira fase, Mayer negou as acusações feitas por Susllem Tonania – que contou que o galã lhe mexeu nas partes íntimas e se dirigiu a ela de forma insultuosa – mas agora, numa carta aberta, assume-se culpado. “Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço”, confessa.
Recorde-se que ainda antes de ver José Mayer assumir publicamente a culpa neste caso, a Rede Globo já tinha decidido afastá-lo da próxima novela, O Sétimo Guardião, de Aguinaldo Silva, “para descansar a sua imagem”.
LEIA A CARTA NA ÍNTEGRA
"Carta aberta aos meus colegas e a todos, mas principalmente aos que agem e pensam como eu agi e pensava:

Eu errei.

Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava.

A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora.

Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço.

Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, nao sou.

Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são.

Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele.

Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi.

A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança.

Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, aos que agiam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar.

Eu estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária.

O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.

José Mayer"

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras