Nas Bancas

Personalidades assistem à antestreia de 'São Jorge' na Cinemateca, em Lisboa

O filme que retrata as dificuldades da vida de um pugilista durante o ‘ano da Troika’ reuniu dezenas de caras conhecidas ansiosas por assistir à trama, vencedora de dois prémios no Festival de Veneza: melhor ator e melhor realizador.

CARAS
28 de março de 2017, 17:36

Foram necessários cinco anos de pesquisa e muito trabalho para que o realizador Marco Martins, com a colaboração do ator Nuno Lopes, conseguissem ‘pôr de pé’ o filme São Jorge, que valeu a ambos um prémio no Festival de Veneza, no ano passado. “Espero que o próximo filme não demore tanto tempo, mas por agora este é o meu período de criação [risos]. Acho que conseguimos fazer um filme de que me orgulho muito e me deixa muito contente, mas o resto só o público poderá avaliar. Espero que seja um grande sucesso”, desejou o realizador.
A antestreia do filme que conta a história de um pugilista no chamado ‘ano da Troika’, em 2011, reuniu dezenas de convidados na Cinemateca, em Lisboa, entre eles o primeiro-ministro, António Costa. “Este filme é um duro soco de realidade que nos inspira a continuar a mudança”, referiu no Twitter no dia seguinte.
Nuno Lopes, protagonista do filme, foi dos primeiros a chegar e, com um sorriso, contou como ficou encantado com esta experiência: “Foi maravilhosa. Foram cinco anos de preparação para um filme em que quisemos falar sobre um período de grande austeridade portuguesa. É uma alegria para nós podermos finalmente estar aqui, a estrear este filme e a mostrar às pessoas que o fizeram, sobretudo às do Bairro da Jamaica e da Bela Vista. São histórias de ficção que se cruzaram com as reais das pessoas daquele bairro.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras