Nas Bancas

Assunção Cristas promove conversas no feminino em almoço de mulheres

D. Isabel de Herédia e Luísa Castel-Branco entre as convidadas.

Cláudia Alegria
24 de março de 2017, 11:53

Nessa data assinalava-se o Dia da Mulher e Assunção Cristas não quis perder a oportunidade de promover uma conversa entre cerca de 30 mulheres com influência nas mais diversas áreas de atividade da sociedade portuguesa. “Achei que era uma boa maneira comemorar este dia, convidar mulheres que se destacaram, que se notabilizaram nas suas diversas áreas, para conversarem um bocadinho sobre a realidade lisboeta”, explicou a líder do CDS-PP antes de ter início o almoço, que decorreu no restaurante Zambeze, em Lisboa, e no qual foi debatida a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres. “É importante relembrar que, apesar de teremos conseguido muitas coisas, ainda há um longo caminho pela frente para percorrer. Temos que saber que a mulher e o homem se complementam. Não há uma luta, há um trabalho de equipa. Devemos lutar pela dignidade e pela posição da mulher na sociedade, mas não fazer disso uma batalha ou entrar por caminhos negativos”, afirmou, na ocasião, D. Isabel de Herédia. Uma opinião partilhada por Luísa Castel-Branco. “Ainda falta fazer muita coisa e vamos só falar de Portugal... Falta ser obrigatório as mulheres ganharem o mesmo que os homens, haver o mesmo respeito, às vezes em pequenas coisas. Quando ouço que o marido ajudou em casa, isto não é ajuda, é partilha. A boa notícia é que as novas gerações têm uma postura francamente diferente”, sublinhou a jornalista e comentadora da SIC CARAS.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras