Nas Bancas

Kim Kardashian conta drama vivido durante roubo em Paris: “Pensei que ia ser violada”

A 'socialite' ficou traumatizada com os momentos vividos num hotel parisiense em outubro do ano passado.

CARAS
20 de março de 2017, 16:04

Kim Kardashian contou os detalhes chocantes sobre o assalto de que foi alvo no hotel onde se encontrava em Paris, em outubro do ano passado. No último episódio do reality show Keeping Up with the Kardashians, da qual é protagonista, a socialite, de 36 anos, não conseguiu conter as lágrimas ao recordar os momentos vividos. “Estava na cama deitada, de robe. E 10 minutos depois ouvi muito barulho nas escadas. Pensei que fosse a Kourtney ou a Stephanie [assistente de Kim] embriagadas. E comecei a chamar, ‘olá, olá, olá’ e ninguém respondeu. Foi aí que senti o coração a acelerar. Sabia que algo não estava bem”, começou por dizer.
“Vi dois homens a segurarem numa arma, vestidos com uniformes de polícia, mesmo fora do meu quarto. Saltei logo da cama para agarrar no telemóvel, e como não sabia chamar o 112 num país diferente, liguei para o meu segurança, mas acabaram por me tirar o telemóvel”, explicou.
Emocionada, Kim revelou que foi amarrada na banheira por cinco assaltantes, que lhe roubaram joias no valor de dez milhões de euros. “Um deles colou fita adesiva na minha boca para não gritar e depois agarrou nas minhas pernas – não tinha roupas vestidas – e foi aí que ele me puxou para ao pé dele. Pensei que nesse momento iria ser violada e preparei-me psicologicamente”, admitiu. “Mas depois ele não o fez e apontou-me a arma, pensei que eles iam dar-me um tiro na cabeça. Apenas pedia para que a Kourtney pudesse ter uma vida normal depois de ver o meu corpo na cama”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras