Nas Bancas

Catarina Rebelo: "Não foi nada propositado, nunca tive a ideia de ser atriz"

Aos 19 anos, e já com sete novelas no currículo, a atriz que dá agora vida à Marta de “Amor Maior” confessou à CARAS que nunca teve ideia de ser atriz.

Sofia Lourenço
11 de março de 2017, 13:00

Não se deixe enganar pelo ar de menina! Com apenas 19 anos, Catarina Rebelo já participou em sete novelas, entrou num filme e numa peça de teatro. Contracenou com atores como Virgílio Castelo, Maria João Abreu ou Inês Castel-Branco e é considerada uma jovem promessa. O deslumbramento seria, por isso, natural, mas como constatámos, tal não aconteceu. A chuva tornava o dia caótico, a produção estava marcada para as três da tarde no centro de Lisboa e Catarina chegou sorridente à Casa do Príncipe, pronta para trabalhar. Durante toda a tarde, não houve uma queixa, sinal de cansaço ou tique de vedeta, e a máquina só parou de disparar porque já não existiam planos possíveis dentro do quarto.
– Estreou-se como atriz muito cedo, com nove anos...
Catarina Rebelo – Sim, nas Chiquititas, e não foi nada propositado, nunca tive a ideia de ser atriz. O meu pai trabalhava na área, era produtor, e conhecia a diretora de casting da novela. Na altura ela perguntou-lhe se eu não queria fazer o casting, sem compromisso. Fui e acabei por ficar. A partir daí, foi sempre a seguir.
– E hoje, é a profissão que quer seguir?
– Não sei. Quero ter o meu curso, estou no segundo ano de Psicologia. Sinto que esta área da representação é muito instável. Gosto de saber que tenho o meu curso para estar tranquila. Se desse para conciliar as duas coisas era muito bom.
– Encontra semelhanças no que aprende no curso com o que aprende no seu trabalho como atriz?
– Sim, muitas. A Psicologia ajuda muito na construção das personagens, na maneira de pensar e interpretar as emoções. É um curso que sei que me vai ajudar na carreira.
Leia esta entrevista na íntegra na edição 1126 da revista CARAS.
Assinatura Digital
Apple Store
Google Play

Vídeo de 'making of' da sessão fotográfica que acompanha a entrevista:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras