Nas Bancas

George W. Bush e Michelle Obama: Uma amizade improvável

O antigo líder dos Estados Unidos relembrou carinhosamente Michelle Obama no lançamento do seu primeiro livro.

CARAS
4 de março de 2017, 11:53

Para muitas pessoas, a relação de George W. Bush, antigo presidente dos Estados Unidos, e Michelle Obama, ex-primeira-dama e mulher de Barack Obama, é improvável e controversa, uma vez que são de partidos políticos opostos, diferentes gerações e administrações.
Mas, como nem tudo é o que parece, George W. Bush confessou à revista People que sente "um verdadeiro carinho" por Michelle Obama. A ex- primeira-dama e o antigo líder norte-americano têm mesmo uma relação de amizade e já deram provas disso. Uma delas foi no evento de inauguração do Museu de História e Cultura Afroamericana, em setembro do ano passado, em que Michelle abraçou Bush publicamente, tornando o momento viral na internet e redes sociais. "Quando a vi, expressei imediatamente afeto genuíno", disse durante a entrevista.
"Ela gosta do meu sentido de humor. E eu gosto das pessoas que elogiam o meu sentido de humor. Os Obama são pessoas muito sérias, nós conversamos muito", acrescentou, a propósito do lançamento do seu livro.
Desde que deixou a Casa Branca, em 2008, George W. Bush dedicou o seu tempo às causas dos militares feridos pós-guerra. A obra Retratos de Coragem é a sua homenagem a todos os soldados do país, que conta também com uma coleção de pinturas de veteranos da guerra.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras