Nas Bancas

Jordan Horowitz e Warren Beatty

Jordan Horowitz e Warren Beatty

Getty Images

Consultora responsável pela contagem de votos assume erro histórico na 89.ª edição dos Óscares

Os auditores dos Óscares, a empresa PwC, já pediram desculpa pela monumental gafe na entrega do prémio de melhor filme, que marcou o final da cerimónia em Hollywoord, esta madrugada.

CARAS
27 de fevereiro de 2017, 11:20

A PwC, antiga Price Waterhouse Coopers, estava responsável por receber e contabilizar os votos nos Óscares. Em comunicado, a empresa lamenta o erro:

"As nossas sinceras desculpas a 'Moonlight', 'La La Land', Warren Beatty, Faye Dunaway e aos telespetadores dos Óscares pelo erro durante o anúncio do prémio de melhor filme.

Aos apresentadores foi entregue erradamente um envelope de outra categoria e, quando detetado, o erro foi imediamente corrigido. Estamos a investigar como é que isto aconteceu e lamentamos profudamental que tal tinha ocorrido."

Uma troca de envelope deu o Óscar de melhor filme a La La Land e só já no discurso de agradecimento, foi o próprio produtor do filme, Jordan Horowitz, a corrigir o erro e a entregar o prémio a Moonight.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras