Nas Bancas

Meryl Streep ataca Donald Trump: "Ele mostrou quão frágil é a liberdade"

A atrz discursou na gala anual da Human Rights Campaign, que decorreu ontem à noite, em Nova Iorque.

Lusa
12 de fevereiro de 2017, 11:50

A atriz norte-americana Meryl Streep renovou as suas críticas a Donald Trump e disse que o novo Presidente dos Estados Unidos mostrou quão frágil a liberdade é.
Num discurso na gala anual da Human Rights Campaign, um grupo pelos direitos das Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, a atriz brincou ainda com o que a descrição que Trump fez dela ao considera-la sobrestimada, dizendo que na verdade está "sobre-censurada".
Meryl Steep, que em janeiro recebeu a sua vigésima nomeação para um Óscar, disse que o novo Presidente norte-americano conseguiu mostrar ao país quão frágil é realmente a liberdade.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras