Nas Bancas

Namorado de George Michael envolvido em fraude

Fadi Fawaz denunciou o caso no Twitter.

CARAS
31 de janeiro de 2017, 10:25

Pouco depois da morte de George Michael, a 25 de dezembro de 2016, surgiram publicações nas páginas do seu namorado nas redes sociais, nas quais se falava na vontade que o cantor tinha de morrer, deixando no ar a hipótese de ter-se suicidado. Fadi Fawaz negou, no entanto, que tivesse sido ele a fazer essas publicações polémicas e agora voltou a dizer que foi vítima de roubo de identidade do Instagram. Segundo o cabeleireiro, alguém criou uma nova conta na rede social e começou a enviar mensagens aos fãs, pedindo dinheiro e ajuda em relação a documentos que estão na posse do advogado de George Michael. “A resposta é simples. Falso passaporte, pessoa errada. Eu não nasci em 1973 e essa fotografia também não é minha”, escreveu Fadi Fawaz no Twitter, onde publicou uma série de imagens e mensagens que recebeu de uma admiradora que foi vítima da fraude.
Refira-se que, um mês depois da morte de George Michael, a família ainda não teve a oportunidade de organizar o funeral, uma vez que o corpo ainda não foi libertado pelas autoridades e ainda está a ser submetido a uma série de exames toxicológicos. Os primeiros resultados da autópsia foram inconclusivos e não permitiram determinar as causas da morte.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras