Nas Bancas

Daniela Ruah sobre a morte do colega Miguel Ferrer: “É difícil aceitar”

O ator morreu na passada quinta-feira, 19 de janeiro, aos 61 anos, vítima de cancro.

CARAS
21 de janeiro de 2017, 18:52

Dois dias após a morte de Miguel Ferrer, seu colega na série Los Angeles: Investigação Criminal, Daniela Ruah deixou uma mensagem emocionada nas redes sociais. “Miguel, meu amigo e meu irmão, tenho o coração pesado e um nó na minha garganta. Ainda oiço a tua voz como se estivesses por aqui e, não sei como, ainda consigo sorrir entre lágrimas, só de pensar na história que estarias a contar. Tu eras… amável, um verdadeiro gentleman, fazias com que todos os que estavam à tua volta se sentissem bem. Estou tão grata por ter-te conhecido. Por ter passado tanto tempo contigo ‘no terreno’ e ‘no Afeganistão [referência à série] e por ter conhecido a tua maravilhosa família. Enfrentávamo-nos no ecrã, mas na vida real, meu amigo, apenas partilhávamos amor. Vou lembrar sempre os nossos almoços no Musso & Frank’s e o que aprendi sobre o antigo Hollywood, no qual tu cresceste. É difícil aceitar… Esta coisa a que chamamos morte. Acontece a todos… Mas, raios, para alguns, chega cedo demais”, escreveu a atriz no Instagram, onde também partilhou uma fotografia onde aparece ao lado do ator.
Filho do também ator José Ferrer e da atriz e cantora Rosemary Clooney (tia de George Clooney), Miguel Ferrer iniciou a carreira nos anos 80. Tinha 61 anos e morreu de cancro.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras