Nas Bancas

Michael Schumacher perde mais patrocínios

Antigo campeão do mundo de Fórmula 1 sofreu um acidente de esqui em dezembro de 2013 e ainda não recuperou.

CARAS
17 de janeiro de 2017, 18:16

Passados mais de três anos de convalescença, após um acidente de esqui que o deixou incapacitado, começa a ficar cada vez mais difícil para Michael Schumacher manter os seus patrocinadores.
De acordo com o diário espanhol Marca, mais duas empresas retiraram recentemente o apoio financeiro ao antigo piloto de Fórmula 1: a marca de relógios Audemars Piguet e o fabricante de portas Hormann. As duas empresas juntam-se a uma já longa lista de patrocinadores que ‘abandonaram’ Schumacher por não conseguirem obter retorno com a imagem do campeão alemão.
Por enquanto, Michael Schumacher continua a contar com seis patrocínios, essenciais para que a família consiga suportar os elevados custos do seu tratamento, cujo valor total estima-se que já tenha ultrapassado os 20 milhões de euros.
Refira-se que passado todo este tempo sobre o acidente – que aconteceu a 29 de dezembro de 2013 na estância de esqui de Méribel, nos Alpes franceses – o estado clínico do antigo piloto de F1 continua envolto em muito secretismo por vontade da família.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras