Nas Bancas

Khloe e Kimn Kardashian

Khloe e Kimn Kardashian

DR

Kim Kardashian quebra o silêncio sobre o assalto em Paris

Incidente remonta ao início de outubro.

CARAS
7 de janeiro de 2017, 11:50

Foram precisos mais de três meses para que Kim Kardashian ganhasse coragem para falar sobre o assalto de que foi vítima em Paris. Fontes próximas da socialite já tinham dito que esta tinha ficado muito traumatizada com o sucedido e que até temeu ser violada e assassinada pelos cinco homens disfarçados de polícia que invadiram o seu quarto de hotel e a deixaram com as mãos e os pés amarrados dentro da banheira. Mas só agora a mulher de Kanye West conta o sucedido na primeira pessoa e em lágrimas. Este será o tema o próximo episódio do reality show Keeping Up With The Kardashians e o vídeo promocional mostra Kim rodeada pelas irmãs Khloe e Kourtney, que a reconfortam. “Pensei que iam dar-me um tiro nas costas”, recorda em lágrimas. “Não havia saída. Ainda fico muito transtornada quando penso nisto”, acrescenta.
Serão certamente divulgados mais pormenores do momento traumático quando o programa for transmitido nos Estados Unidos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras