Nas Bancas

2014-05-29-george-michael.jpg

Getty Images

George Michael fez doações milionárias em segredo

As pessoas e instituições beneficiadas revelam agora o lado mais solidário do artista.

CARAS
27 de dezembro de 2016, 14:04

George Michael vendeu mais de 100 milhões de álbuns ao longo da sua carreira e, pelo que agora se sabe, partilhava grande parte da sua fortuna com os mais carenciados, pedindo sempre que os seus gestos altruístas se mantivessem em segredo.
Após o seu desaparecimento, algumas pessoas ajudadas pelo artista quebraram a promessa feita e contam as suas histórias. Uma delas pertence a uma desconhecida a quem George Michael pagou tratamentos de fertilização in vitro, como revelou Richard Osman, apresentador da versão inglesa do programa Pegar ou Largar (Deal or No Deal). Sensibilizado pela história da concorrente, o artista contactou-a mais tarde para lhe garantir o pagamento dos tratamentos, despesas que, estima-se, tenham rondado os 17 mil euros.
Outra beneficiada terá sido uma mulher que o cantor encontrou a chorar num café que frequentava habitualmente, por não conseguir pagar as suas dívidas. Sempre com a preocupação de manter o anonimato, o intérprete de Last Christmas terá dado um cheque de 30 mil euros à empregada, para que esta o desse mais tarde à mulher em desespero.
Emilyne Mondo também revelou que George Michael também fazia voluntariado. “Ele ajudava o centro onde eu sou voluntária. Nunca disse a ninguém porque ele pedia-nos que não contássemos. Sempre foi uma preocupação sua ajudar mantendo o anonimato”, escreveu nas redes sociais, enaltecendo o lado solidário do britânico.
Apesar da sua vida de excessos, o cantor apoiava também várias instituições, às quais “doou milhões ao longo dos anos, ajudando centenas de milhares de crianças e jovens em risco no Reino Unido”, lembra Esther Rantzen, fundadora e presidente da Childline.
Hospitais públicos, organizações de luta contra a fome em África e centros de investigação e apoio a doentes com VIH/Sida também mereceram a sua atenção.
George Michael morreu no passado domingo, 25 de dezembro, aos 53 anos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras