Nas Bancas

Valentina.jpg

DR

Filha do antigo presidente de Moçambique morta a tiro pelo marido

Valentina Guebuza ainda foi transportada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Lusa/CARAS
15 de dezembro de 2016, 15:42

Valentina Guebuza, filha do ex-Presidente moçambicano Armando Guebuza, foi assassinada a tiro em Maputo na noite desta quarta-feira, 13 de dezembro, informou hoje a pública Televisão de Moçambique (TVM).
Valentina, de 36 anos, terá sido atingida pelo marido, Zofimo Muiuane, com vários tiros na residência do casal, em Maputo.
A notícia foi entretanto confirmada pela polícia moçambicana. “A primeira indicação que temos é de um caso autêntico de violência doméstica, que acabou desembocando, infelizmente na morte da cidadã Valentina Guebuza”, disse o porta-voz do Comando-Geral da República de Moçambique, Inácio Dina, à emissora pública Rádio Moçambique.
Valentina Guebuza ainda foi levada com vida para o Instituto do Coração de Maputo (ICOR), mas não resistiu aos ferimentos.
Considerada em 2013 uma das jovens mais poderosas de África, Valentina Guebuza tinha trocado alianças com Zofimo Muiuane, chefe do departamento de marketing da operadora de telecomunicações Mcel, a 26 de julho de 2014, na Igreja Presbiteriana de Chamanculo, em Maputo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras