Nas Bancas

Júlio Isidro faz da sua biografia um verdadeiro “show”

O apresentador deu a conhecer a sua autobiografia, intitulada ‘O Programa Segue Dentro de Momentos’ a uma plateia repleta de amigos, no Teatro da Trindade. A apoiá-lo estiveram a mulher, Sandra Barros, e as filhas de ambos, Mariana e Francisca.

Andreia Cardinali
4 de dezembro de 2016, 18:00

Comunicador nato com mais de cinco décadas de carreira, Júlio Isidro dispensa apresentações. Habituado a fazer das mais pequenas coisas um programa televisivo, Júlio não podia deixar que a apresentação da sua autobiografia, O Programa Segue Dentro de Momentos, fosse um lançamento tradicional. Por isso, decidiu transformá-la num verdadeiro show, que incluiu a exibição de imagens da sua carreira e da sua vida. “Não sou um homem tradicional e decidi fazer um sarau. Não é uma gala, porque seria pretensioso, não é um espetáculo, porque é muito pequenino, mas é um sarau, daqueles que gostaria que fossem acontecendo em casa das pessoas”, explicou o apresentador, minutos antes de subir ao palco do Teatro da Trindade, em Lisboa.
No final, e antes de ser cumprimentado pelas dezenas de amigos presentes, Júlio contou que não foi fácil escrever este livro: “É difícil fazer uma biografia com 400 páginas. Com 600 dava-me mais jeito e com 1200 mais ainda, mas não podia ser. Não coube tudo e daqui a um tempo irei lançar a continuação. Já estou a tratar disso [risos]. A minha mulher e as minhas filhas têm sido o meu briefing, pois ao jantar conto-lhes as minhas histórias. E tenho de me levantar e ir para o escritório escrever o que lhes contei. Costumo dizer que tenho 56 de idade e 71 de televisão [risos]. Por isso, ainda há muito mais para contar.”
Atenta a cada pormenor do que se passava, ao mesmo tempo que recebia os convidados, estava a mulher do apresentador, Sandra Barros, que contou com a ajuda das filhas de ambos, Mariana e Francisca. “O Júlio gosta sempre de fazer aquilo que parece impossível de fazer. A ideia partiu toda dele, eu só ajudei com a lista de convidados”, explicou a produtora, dando ainda sua opinião sobre o livro: “Li-o e diverti-me muito. Percebe-se que falta muita coisa, mas só poderia ser assim. A dada altura já não cabia mais e, por isso, ele parou numa época para depois retomar”, comentou Sandra.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras