Nas Bancas

Madonna sobre a detenção do filho: “Tem todo o meu apoio”

Rocco foi detido por consumo e posse de droga no final de setembro.

CARAS
25 de novembro de 2016, 16:04

O filho de Madonna foi detido pela polícia inglesa no passado mês de setembro, mas a notícia só começou a circular na imprensa de todo o mundo há alguns dias. Rocco, de 16 anos, terá sido surpreendido a fumar marijuana perto da casa onde vive com o pai, o cineasta Guy Ritchie, no norte de Londres.
De acordo com o jornal Daily Mail, a denúncia foi feita por vizinhos, que destacaram a atitude agressiva do jovem. Após ver que a tentativa de manter o caso em segredo falhou, Madonna emitiu um comunicado, no qual refere que se trata de “um assunto familiar”. “Amo muito o meu filho. Farei tudo o que estiver ao meu alcance para o apoiar no que for necessário e peço que respeitem a nossa privacidade neste momento”, pode ler-se no documento enviado pela artista à revista People.
As autoridades inglesas confirmam a detenção, mas não adiantam pormenores. “O estado de Rocco foi avaliado e está a seguir um programa para jovens, para evitar que repitam comportamentos problemáticos”, informou a polícia em comunicado.
Amigos de Madonna garantem que a fonte dos problemas do jovem é o pai, que alegadamente continua a alimentar a guerra que começou no final de 2015 quando Rocco se recusou a regressar a casa da mãe, nos Estados Unidos, após umas férias em sua casa, em Inglaterra. “Ele não está a ter a atenção e os cuidados que precisa por parte do pai. 40% da culpa do conflito é do Rocco e 60% é do pai. O Guy Ritchie quer magoar a Madonna e faz com que o filho tome posição contra a mãe”, conta uma amiga da rainha da pop à revista US Weekly.
Recorde-se que, em setembro, Madonna e Guy Ritchie chegaram a acordo após quase 10 meses de luta nos tribunais por causa da guarda do filho. Ficou estabelecido que Rocco ficaria a viver com o pai em Londres, como ele queria.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras