Nas Bancas

Susan Boyle recorda infância marcada por maus-tratos

A cantora revela que o pai a agredia.

CARAS
9 de novembro de 2016, 16:21

Susan Boyle deu-se a conhecer ao mundo em 2009, quando participou no programa Britain’s Got Talent e após ser ridicularizada pela sua aparência surpreendeu com a sua voz. Tinha então 48 anos. Os tempos que se seguiram foram de grande sucesso e a cantora não soube gerir a fama, o que a levou, inclusivamente, a ser internada devido a um esgotamento. Tudo isso fez com que se tornasse novamente mais reservada, nomeadamente perante a imprensa.
Mas na primeira entrevista que dá em dois anos, Susan Boyle faz revelações surpreendentes acerca da sua infância. A artista fala em maus-tratos físicos por parte do pai, Patrick, que morreu em 1997. “O meu pai, embora fosse um homem bom, tinha mau feitio. Ele mostrava-me esse lado menos bom quando me batia. Não acredito que me magoasse por não gostar de mim, mas guardei-lhe rancor durante anos. Quando ele estava a morrer, tive de fazer as pazes em relação a isso. Temos de aceitar. É o que se chama maturidade”, explicou Boyle ao Daily Mail, adiantando que dedicou os últimos seis vezes a construir “um novo eu”.
Susan Boyle lançou recentemente um novo álbum, A Wonderful World, e tem uma fortuna avaliada em 28 milhões de euros. Oriunda de uma família numerosa – é a mais nova de nove irmãos – a artista admite que inicialmente foi vítima de chantagem financeira por parte dos que lhe eram mais próximos. “Isso aconteceu inicialmente. Eu senti que estavam a tentar aproveitar-se de mim, mas não estou presa a isso. Estamos a tentar resolver os nossos problemas. É preciso saber recomeçar, é esse o caminho”, afirmou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras