Nas Bancas

Miranda Kerr revela que teve depressão após o fim do seu casamento com Orlando Bloom

O casal de atores separou-se em 2013.

CARAS
2 de novembro de 2016, 16:50

Mais de três anos depois do fim do seu casamento com Orlando Bloom, Miranda Kerr falou dos momentos difíceis que viveu na altura em entrevista para a edição canadiana da revista Elle. “Quando eu e o Orlando nos separámos, entrei numa enorme depressão”, confessa a modelo, de 33 anos. “Todos os pensamentos que temos afetam a nossa realidade e só nós próprios temos o controlo total sobre a nossa mente”, acrescentou ainda, esclarecendo que foi esta nova forma de encarar os problemas que a ajudou a ultrapassar essa fase complicada. A meditação, a aromaterapia, o ioga e uma alimentação saudável foram elementos fundamentais para conseguir recuperar a sua vida e conseguir ter uma boa relação com o ex-marido, pelo bem do filho de ambos, Flynn, de cinco anos. “O mais importante é o nosso filho. Nós ficamos em segundo plano. Apenas quero garantir que o tempo que o Flynn está comigo é de qualidade e tenho a certeza que o Orlando pensa da mesma forma”, acrescenta ainda Miranda Kerr, que faz os possíveis para agendar os seus trabalhos para os períodos em que o menino está com o pai.
Atualmente, a top model australiana vive uma relação feliz ao lado de Evan Spiegel, o fundador da rede social Snapchat, de 26 anos. Os dois conheceram-se em 2014 num jantar organizado pela Louis Vuitton, começaram a namorar no ano passado e em julho deste ano anunciaram que estão noivos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras