Nas Bancas

Khloe Kardashian diz que Kim continua traumatizada com assalto de Paris

Kim Kardashian está de regresso aos Estados Unidos, mas ainda está em choque com o que lhe aconteceu em França, de acordo com a sua irmã mais nova.

CARAS
12 de outubro de 2016, 14:51

Passou mais de uma semana desde de Kim Kardashian foi vítima de assalto à mão armada num hotel de Paris e a socialite continua a ter dificuldades em lidar com a situação. Quem o diz é uma das suas irmãs, Khloe Kardashian, que esteve já esta semana no programa de Ellen DeGeneres e foi a primeira da família a comentar publicamente o assunto. “Ela não está muito bem. O que lhe aconteceu foi muito traumatizante”, começou por dizer, acrescentando: “A nossa família é muito unida e vamos ultrapassar isto juntos. Agradecemos o vosso amor e apoio, mas isto vai levar algum tempo a passar. O que lhe aconteceu foi horrível”.
Khloe Kardashian, de 32 anos, disse ainda que o ataque serviu para toda o clã ficar mais alerta. “Foi uma chamada à realidade para todos nós. Vamos resguardar-nos mais”, afirmou, referindo-se ao facto de partilharam muito da sua vida privada nas redes sociais.
Recorde-se que Kim Kardashian viu o seu quarto de hotel ser invadido por cinco assaltantes disfarçados de polícias. Foi amordaçada, amarraram-se os tornozelos e colocaram-na na banheira. Estima-se que os ladrões tenham levado joias num valor total que ronda os nove milhões de euros. As autoridades francesas terão entretanto encontrado uma das joias, uma cruz de diamantes que custa cerca de 30 mil euros, avança o site de celebridades TMZ.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras