Nas Bancas

Fernanda Serrano: “Se eu pudesse, teria mais filhos, seria recorrente na minha vida”

A atriz e o marido, o empresário Pedro Miguel Ramos, estiveram na Gala Chicco, no 10.º aniversário do projeto de solidariedade ‘Dá Vida’, na Embaixada de Itália. Na ocasião, Fernanda falou dos filhos, Santiago, Laura, Maria Luísa e Caetana.

CARAS
5 de outubro de 2016, 14:00

Fernanda Serrano sempre assumiu que o papel mais importante da sua vida é o de mãe e dedica-se por completo a Santiago, de 11 anos, Laura, de oito, Maria Luísa, de seis e Caetana, de um. “Gosto de par­tilhar todos os momentos com eles e eles sentem isso, que os meus momentos sem trabalho são total e inteiramente partilhados com eles. Só! Não existem tempos para mim, porque assim decidi.” Por isso, considera os partos momentos inesquecíveis: “Foram os quatro dias mais importantes e bonitos da minha vida. Apesar dos momentos complicados inerentes ao nascimento, acho que a alegria de receber um novo ser suplanta qualquer coisa. Se eu pudesse, teria mais filhos, seriam dias recorrentes na minha vida [risos]. No primeiro não sabemos o que aí vem, há muito nervosismo, no segundo ainda estamos um pouco nervosos, no terceiro é tranquilo e no quarto já achava que sabia tudo. Acho que sou uma parturiente fantástica, porque confio plenamente nos profissionais envolvidos e faço tudo o que posso para descomplicar.”
Sob o olhar atento do marido, Pedro Miguel Ramos, com quem foi à Gala Chicco Dá Vida, na Embaixada de Itália, Fernanda contou que as diferenças entre os filhos são agora mais notó­rias: “Os três mais velhos estão em idades muito semelhantes e começo a notar a diferença entre rapazes e raparigas. O Santiago não gosta de muita confusão no quarto e acha que as meninas são demasiado interventivas. A pequenina é o benjamim, toda a gente a adora, querem pegar-lhe ao colo e cuidar... Por cinco minutos, depois é para a mãe. E são todos muito próximos de mim. Qualquer coisa que aconteça, solicitam sempre a mãe e eu considero isso um bom sinal.”
A protagonista da novela A Impostora contou ainda, com humor, que nenhum dos filhos pensa em namoros: “O Santiago só quer saber da mãe e isso é para a vida toda [risos]. É muito protetor com as irmãs e acho que vai ser ainda mais daqui a uns anos. Se já é em relação a mim, imagino como será com as irmãs! Elas ainda não têm idade nem opinião formada sobre isso, nem terão até aos 19 anos [risos]. Segundo o pai, até aos 30 [risos]. Eu sou um bocadinho mais permissiva [risos].”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras