Nas Bancas

Débora Monteiro sobre Miguel Mouzinho: "Quero que esta relação seja para sempre"

A atriz de “Rainha da Flores” e o namorado, o empresário Miguel Mouzinho, passaram um fim de semana nos Açores a convite da Seat Surf Trip, e Débora falou sobre os planos em comum.

CARAS
30 de setembro de 2016, 10:00

Juntos há cinco anos, Dé­bora Monteiro e Miguel Mouzinho são um casal exemplar aos olhos de quem os observa. “Temos muita cumplicidade, rimo-nos muito um com o outro, com as nossas graças. Divertimo-nos muito os dois sozinhos, não precisamos de estar com muita gente para sermos felizes”, conta-nos a atriz durante o fim de semana que passaram nos Açores a convite de Rodrigo Herédia e da Seat, adiantando que no início do namoro não tinha a certeza se a relação iria dar certo, mas que hoje tem a certeza de que é isto que quer. Para sempre. “Nós nunca sabemos bem o que é a perfeição, ou o que é o amor da nossa vida. Com o Miguel eu não sabia se a nossa relação ia funcionar, mas hoje tenho uma pessoa que me dá mesmo valor e que me respeita. Hoje sinto que esta é a relação que eu quero que seja para sempre.”
Os dois partilham casa e já se sentem casados. “Nós sentimo-nos casados, não falamos sobre isso, mas se um dia acontecer...”, solta a atriz, deixando perceber que não recusaria a ideia. Mas prioritário é o desejo de ser mãe. “Temos falado muito em ter filhos nos últimos tempos. Por ele, tínhamos já. O entrave sou eu. Tenho medo da responsabilidade. Tenho medo de não ter cá a minha família para me apoiar”, conta Débora, que é originária do norte do país. “Mas também sei que com 33 anos não é bom deixar arrastar muito mais. Habituamo-nos à nossa vida e tenho medo dessa responsabilidade. Mas quero muito ser mãe, queremos os dois, e eu é que sou a mais medricas”, conclui, sorridente.
Para já, tem-se dedicado à vida profissional, e não vira a cara a um bom desafio. Como é o caso de Marisa, a personagem que interpreta em Rainha das Flores. “Vinha de personagens com um registo muito cómico e senti receio de não conseguir ser tão contida, séria, como era necessário para esta novela. Mas as pessoas estão a gostar, e o Miguel diz-me que consigo passar emoção com verdade e que se emociona sempre que me vê”, desabafa. Sempre que podem, os dois veem juntos a trama da SIC, até porque um dos desafios de Débora neste papel foi perder o sotaque do norte. “Ele tem-me ajudado a perder o sotaque. Eu gosto muito da minha pronúncia, mas para trabalhar sei que tenho de a perder. Ele vê a novela comigo e dá-me indicações.” Uma forma de passarem tempo juntos, coisa que às vezes não é fácil de conciliar, apesar de partilharem casa. “O Miguel faz um esforço para, durante a semana, ter tempo para mim, para jantarmos os dois. Eu saio muito cedo de casa para gravar, ele deita-se muito tarde por causa do restaurante [o empresário gere um espaço de restauração], por isso, tentamos conciliar o nosso tempo. E sinto que ele faz mais esforço nesse sentido.”
Assim, este convite para a Seat Surf Trip não poderia ter vindo em melhor altura. “Este fim de semana foi ótimo para descansar, até porque o Miguel não tem tido tempo para praticar surf. Foi essencial virmos para termos um momento para os dois, porque havia surf, porque ele nunca tinha vindo aos Açores, porque eu também só tinha vindo cá uma vez, a trabalho...” Resumindo: foi um fim de semana que soube a pouco, mas que ficou na me­mória dos dois.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras