Nas Bancas

Liliana Campos e Rodrigo Herédia ainda se sentem em lua-de-mel

A apresentadora e o empresário passaram dias românticos nos Açores.

CARAS
24 de setembro de 2016, 18:00

Casados há três meses, Li­liana Campos e Rodrigo Herédia ainda se sentem em lua-de-mel. Afinal, depois da união nas Maldivas, a apresentadora do Passadeira Verme­lha, da SIC Caras, voltou ao trabalho e o empresário tem passado muito tempo nos Açores enquanto organizador da Seat Surf Trip, no âmbito do campeonato Azores Airlines Pro 2016, que entretanto se realizou em São Miguel e a CARAS acompanhou. Foi lá que conversámos com o casal. “Está a ser muito bom estar casada. No fundo, ainda estamos um bocadinho em lua-de-mel, porque não temos estado tanto tempo juntos como gostaríamos. O Rodrigo tem passado muito tempo aqui nos Açores e eu, infelizmente, não tenho podido vir cá muito. Estava cheia de saudades dele”, contou Liliana, confessando que tem dificuldade em gerir as saudades: “Há 15 dias que não nos víamos. Eu não lido nada bem com isto, tenho muitas saudades e fico muito irrita­da e isso gera alguma discussão entre nós.” Nada que não seja superado, até porque Rodrigo tem o cuidado de encontrar soluções. “Ele faz-me algumas surpresas. Adoro quando diz que vem numa data e chega mais cedo, por exemplo. Acho que é importante o casal ter tempo e namorar. É importante o convívio diário. Mas estamos juntos há quatro anos e já sei que nesta altura do ano é assim”, conclui.
Todos os verões Rodrigo passa uma temporada nos Açores, mais precisa­mente na praia de Santa Bár­bara, na ilha de São Miguel, uma paixão antiga onde alia o surf a negócios imobiliários e turísticos. “O Rodrigo tem uma enorme paixão por esta praia, pelos Açores, e já me contagiou. Ele não me perguntou se eu queria namorar com ele; perguntou se eu queria envelhecer nos Açores com ele. Eu disse-lhe que sim, mas que não precisava de ser para já”, ri-se Liliana, adiantando que esse amor à terra é uma das coisas que valoriza no marido. “Conhecemo-nos muito antes de começarmos a namorar, muito antes de ele se casar e de ter filhos. Nessa altura já ele fazia este evento cá e comprou as primeiras casas devolutas, que reconstruiu. Cada pedrinha daquelas casas tem um significado imenso, porque é muito dele que está ali. O Rodrigo é fascinante. É muito perspicaz e inteligente. Esta vontade que ele tem de arriscar e de conhecer coisas que não são do domínio dele faz-me amá-lo ainda mais”, explica a apresentadora, confirmando: “Vejo-me a envelhecer aqui nos Açores, mas não agora, nesta fase da minha vida. Estou a gostar muito desta fase.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras