Nas Bancas

Joana Freitas: “Descobri que o amor por um filho está sempre a crescer”

A manequim foi mãe a 18 de maio, de Francisco, fruto do relacionamento que mantém há quase três anos com o surfista Francisco Alves. Simpática, Joana contou como tem vivido esta fase.

CARAS
20 de setembro de 2016, 10:30

Mãe há três meses e meio, de um menino, Francisco, Joana Freitas tem vivido as alegrias da maternidade e começa a sentir-se regressar à normalidade. A modelo esteve na apresentação de um novo tratamento disponível na Clínica Ibérico Nogueira, no Palácio do Governador, onde contou como está a viver esta nova fase.
– Com quase quatro meses, o Francisco deve estar numa fase muito engraçada...
Joana Freitas –
Completa­mente, está delicioso. No início não se desfruta tanto, não percebia bem aquilo que as mulheres diziam sobre a maternidade ser maravilhosa. Achava que era só cansativa, um trabalho de 24 horas, porque eles não interagem e é um bocadinho ingrato... Agora está numa fase super engraçada. É muito bem disposto, ri-se de manhã à noite, já interage de mil formas e agora estou mesmo a ficar apaixonada pelo meu filho.
– Sente que também nasceu outra Joana?
Não, acho que sou uma Joa­na um bocadinho mais cansada. [risos] Quando ele nasceu senti uma coisa maravilhosa e, curio­samente, achava que se sentia logo aquele grande amor, mas a verdade é que é uma coisa que cresce. Não se compara a forma como o conheço hoje e a cumplicidade que temos ao dia em que ele nasceu. Descobri que é um amor que está sempre a crescer, é incrível.
– Faz 30 anos esta semana. Preocupa-se com o avançar da idade?
Não [risos], mas tenho cuidados de há uns três anos para cá. Tornei-me mais consciente e adotei alguns tratamentos menos invasivos. Acho que estou a aceitar bem o avançar da idade e agora fui mãe, sinto-me muito mais mulher. Os 20 têm muita piada, mas os 30, com tudo o que me vão trazer – formar uma família, ter um filho – prometem ser uma fase muito bonita.
– É o início perfeito de uma nova década...
É mesmo. Não penso nisso, mas claro que faço coisas para atenuar as marcas do tempo, até porque o meu corpo e a minha cara são as minhas ferramentas de trabalho e tenho de estar bem e sentir-me bem.
– Logo após o parto já estava em grande forma. O que fez?
Honestamente, ainda não estou como quero. Mas também ainda só passaram três meses... Não fiz ainda ginástica, só fui treinar uma vez e foi muito cansativo. Só agora é que estou a começar a voltar a mim. Estes três meses foram muito cansativos, ainda para mais porque não tenho família em Lisboa. Já sabia que ia ser uma carga pesada. O Chico [Francisco Alves] esteve 15 dias nas Maldivas quando ele tinha dois meses e ficámos só os dois. Acho que só agora estou a começar a relaxar. O sono dele começa a regularizar, eu a conseguir dormir mais, a pensar mais em mim, a ter vontade de me arranjar. Tem sido só nódoas de leite e rabo de cavalo. [risos] Não tinha tempo para nada. Ainda me falta perder 3 quilos, mas têm-me dito que estou muito magra. [risos] A minha prioridade é estar bem no início da primavera e acho que devo dar tempo ao corpo e à natureza.
– Entretanto já vai regressar ao trabalho...
Sim, vou fotografar uma campanha e tenho algumas coisas agendadas, todas já a pensar no inverno, por isso, não há preocupações com o corpo. [risos]

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras