Nas Bancas

Jim Carrey defende-se das acusações de negligência no caso da morte da ex-namorada

O marido da maquilhadora acusa o ator de lhe ter dado acesso aos medicamentos que acabaram por matá-la.

CARAS
20 de setembro de 2016, 13:09

Jim Carrey está a ser acusado de negligência no caso da morte da sua ex-namorada, Cathriona White, encontrada já sem vida em casa em setembro do ano passado. E quem está acusá-lo é o marido da maquilhadora, Mark Burton, de quem também estava separada há anos, embora o divórcio nunca tivesse sido oficializado.
O protagonista do filme A Máscara emitiu um comunicado a negar todas as acusações. “Que pena tão grande. Seria mais fácil reunir-me em segredo com o advogado deste homem para que esta história acabasse, mas há momentos na nossa vida em que temos de defender a nossa honra. Não tolerarei que tentem extorquir-me dinheiro e explorar a memória da mulher que amei. Os problemas da Cat nasceram muito antes de nos conhecermos e, infelizmente, o seu fim trágico estava fora do controlo de todos. Espero que as pessoas a deixem de tentar aproveitar-se da situação e permitam que descanse em paz”, pode ler-se no documento.
Recorde-se que Jim Carrey e Cathriona White se conheceram em 2012, mas mantiveram uma relação conturbada. Poucos meses após terem iniciado o namoro, separaram-se, no entanto, em maio de 2014, retomaram a relação, tendo seguido novamente caminhos uma semana antes de a maquilhadora se ter suicidado com comprimidos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras