Nas Bancas

Advogado de Isabel Figueira prova que César Peixoto falha pensão do filho

César Peixoto e Isabel Figueira casaram-se em 2005 e separaram-se em 2007. A pensão de alimentos de Rodrigo, de nove anos, tem sido um motivo de discórdia entre o ex-jogador de futebol e a atriz e modelo.

CARAS
4 de setembro de 2016, 14:00

Na sequência das declarações que César Peixoto deu em exclusivo à revista TVMais de 24 de agosto sobre as acusações de incumprimento da pensão de alimentos do filho, Rodrigo, de nove anos, nascido do seu casamento de dois anos com Isabel Figueira, o advogado da modelo e atriz emitiu um comunicado de direito de resposta que chegou às redações no próprio dia 24, “a fim de repor a verdade dos factos”, e no qual se adianta que está em curso, no Tribunal de Cascais, “um processo crime por omissão de pagamento da pensão de alimentos”.
À TVMais, César explicou que decidiu quebrar o silêncio que até agora mantivera sobre o assunto – que considerava “a melhor solução, com vista à defesa dos interesses do meu filho e da minha pessoa” – porque “tornou-se recorrente ler na imprensa entrevistas da mãe do meu filho, ou citações de ‘fontes próximas’, ou jornalistas com conhecimento comprovado, que alegam e informam que eu não pago a pensão de alimentos”. Assegurando que dá à ex-mulher mensalmente 1184 euros para as despesas de Rodrigo, o ex-futebolista frisou: “Só quero ser pai, acompanhar o crescimento do meu filho, conduzi-lo nos caminhos da vida e amá-lo incondicionalmente. Mas, infe­lizmente, na minha história só tenho o direito e o dever de emitir um cheque mensalmente.”
O comunicado do advogado de Isabel, Matias de Oliveira, contrapõe entre outras coisas, com dados apresentados em tribunal, que César (que em 2008 jogava no Benfica e declarou rendimentos anuais superiores a 313 mil euros) diz ter pago 750 euros por mês de pensão de alimentos entre 2007 e 2010, mas que, na realidade, entre fevereiro de 2009 e janeiro de 2010 só pagou 250 (com, exceção do mês de março, em que pagou mais 500), e “sempre fora dos prazos estipulados”.
Segundo o advogado da atriz, o incumprimento de César levou a que acumulasse mais de 5500 euros de dívida, dos quais Isabel abdicou na condição de o ex-marido passar a cumprir “atempadamente a partir daquelas datas o pagamento da pensão de alimentos”. Segundo Matias de Oliveira, tal não terá acontecido, o que levou Isabel Figueira a avançar de novo para tribunal. “Surpreendentemente, na véspera [da conferência de pais], César Peixoto pagou parcialmente o valor em dívida, sem qualquer explicação”, refere ainda o comunicado.
E o advogado salienta ainda: “Não deixa de ser curioso que o pai do menor venha reclamar a sua presença ativa na vida do menor quando recentemente abdicou de o levar de férias alegando que pretendia estar somente com a sua atual família.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras