Nas Bancas

O romântico pedido de casamento de Daniel Oliveira a Andreia Rodrigues

De férias em Itália, Daniel e Andreia foram à famosa Fontana di Trevi, em Roma. Quando ela, como manda a tradição, fechou os olhos para atirar uma moeda à água e pedir um desejo, ele ajoelhou-se, pôs-lhe um anel no dedo e perguntou-lhe: “Queres casar-te comigo?”.

Ana Paula Homem
27 de agosto de 2016, 10:01

O local onde Daniel Oliveira pediu Andreia Rodrigues em casamento dificilmente poderia ser mais romântico: a Fontana di Trevi, um dos mais belos e emblemáticos monumentos barrocos de Roma, e que de imediato nos remete para o lânguido banho com que Anita Ekberg deslumbra Marcello Mastroianni no filme La Dolce Vita, de Federico Fellini. Foi no início de agosto, quando estavam a terminar uns dias de férias em Itália, que o apresentador do programa Alta Definição, da SIC, se ajoelhou e pôs um anel de noivado no dedo da apresentadora do Grande Tarde, também da SIC.
Em declarações exclusivas à CARAS, Andreia recorda como tudo se passou: “Foi um momento muito especial, romântico e intenso. Eu estava longe de imaginar que seria pedida em casamento ali mesmo, na Fontana di Trevi, em Roma, um local em que se celebra o amor – vários tipos de amor, de vários credos, de vários géneros. Só depois percebi que estava tudo muito bem planeado na cabeça do Daniel! Fechei os olhos, como manda a tradição, para atirar uma moeda para a fonte e pedir um desejo, e quando os abri tinha o Daniel ajoelhado perante mim, a agarrar-me na mão e a dizer-me várias coisas que levaram até ao: ‘Queres casar-te comigo?’ Emocionei-me, ri, chorei e disse ‘sim’ muitas vezes [risos].”
Naturalmente, enquanto fazia a pergunta, Daniel punha no dedo de Andreia um magnífico anel de noivado. Que parecia feito à medida. Ou melhor, era mesmo. “O anel é lindo! Perfeito! É uma memória, e percebi que o Daniel aproveitou o facto de a Torres Joalheiros ter todas as medidas das minhas mãos para também neste aspeto me surpreender”, revela ainda a apresentadora.
Daniel, de 35 anos, e Andreia, de 32, começaram a namorar há seis anos e vivem juntos há algum tempo, pelo que tanto um como o outro diziam já se sentirem casados. Ainda no início de julho, quando desfilou vestida de noiva para o estilista Gio Rodrigues, a apresentadora referira: “Ele é o meu namorado, o meu marido, meu amigo, meu companheiro, é tudo.” Nesse dia, em que se sentiu “uma princesa”, a propósito da questão casamento, assegurou: “Não pensamos nisso, ter um papel assinado não é uma necessidade. Neste momento estamos bem. Se, de repente, o mundo acabasse, não me faltava nada, eu estaria feliz.”
No entanto, agora, depois do pedido, as suas palavras são um bocadinho diferentes: “Confesso que já tinha idealizado ‘o’ momento, mas o que aconteceu foi muito além de qualquer sentimento ou ideia que tenha projetado. Mesmo que para mim o Daniel já seja o meu marido, estou a adorar estar noiva.”
O diretor da SIC CARAS, por seu turno, confidencia: “Dizemos desde há muito que nos sentimos casados, e sempre dissemos também que seríamos nós a definir os timings da nossa vida. Senti ser este o momento indicado para formalizar o pedido, de forma a que fosse o mais especial possível para ambos.”
Quanto à decisão de partilharem algumas fotos do pedido com os leitores da CARAS – depois de terem posto as famílias e os amigos mais íntimos de ambos ao corrente do noivado –, Daniel Oliveira explica: “O casamento é um vínculo que se estabelece perante a sociedade e, nessa medida, tem uma componente pública. Daí que não escondamos este momento, dentro dos parâmetros que consideramos razoáveis. Este desejo de oficializar legal e socialmente a relação será também uma oportunidade de celebrarmos o que nos une com os que nos são mais próximos.”
Já em novembro de 2015, numa entrevista que deu à CARAS por ocasião do lançamento do seu livro Alta Definição – Um Novo Olhar, uma compilação de entrevistas que fez para o programa homónimo, Daniel Oliveira tinha esclarecido que, apesar de ser reservado em relação à sua vida privada, quando está a viver um momento feliz com uma pessoa não vê razão para o esconder: “É mostrar outra parte de mim àqueles que me seguem. Acho que nunca ultrapassei aquela barreira que considero necessária.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras