Nas Bancas

Pedro Reis revela: “A Carlota já se encaixou no nosso estilo de vida”

O empresário e Ana Faria Pereira aproveitaram um fim de tarde de calor para passearem com a filha, Carlota, de sete meses, na praia de Cabanas de Tavira. A vida a três, contam, tem corrido às mil maravilhas.

Marta Mesquita
20 de agosto de 2016, 10:00

Tal como muitos pais, Pedro Reis, de 50 anos, e Ana Faria Pereira, de 36, têm pouco tempo para saídas a dois e para se dedicarem às suas rotinas pessoais. Contudo, o profundo estado de enamoramento em que vivem desde o nascimento de Carlota, há sete meses, tem compensado tudo isso.
Para não perder nada destes primeiros meses da filha, o empresário mudou-se de armas e bagagens para o Algarve, onde a companheira vive e tem uma farmácia. Completamente adaptado a esta nova realidade, Pedro tem-se
‘especializado’ no papel de pai, tendo até aprendido “a cozinhar para fazer a sopinha para a filha”, como confidenciou a farmacêutica. Mas não foi só o empresário que mudou com o nascimento de Carlota. Ana também se redescobriu na maternidade, tendo a sua vida adquirido uma nova dimensão emocional e até um ritmo mais moderado, que lhe deixa mais tempo para se dedicar à família.
Aproveitando os finais de tarde quentes que se têm feito sentir, Pedro e Ana foram passear com a filha até à praia de Cabanas de Tavira e partilharam com a CARAS como estão a encarar os desafios da paternidade.
– Como é que se têm adaptado à nova dinâmica familiar?
Ana Faria Pereira
– Penso que nos estamos a adaptar bem. Antes de a Carlota nascer, tínhamos uma relação à distância, porque eu vivia aqui e o Pedro passava grande parte do tempo em Lisboa. Agora estamos todos juntos e está a correr bem!
Pedro Reis – Continuo a ir a Lisboa quando é preciso, mas passo a maior parte do meu tempo cá e tem sido muito bom. Tenho uma ocupação maravilhosa, que é tomar conta da Carlota.
– Foi a Carlota que se encaixou nas vossas rotinas ou foram vocês que se adaptaram às dela?
– A nossa vida sofreu algumas alterações, como é óbvio. Contudo, a Carlota já se encaixou no nosso estilo de vida. Não tivemos de mudar muitas coisas para ela se adaptar à nossa rotina. Não deixámos de fazer nada do que fazíamos antes. Continuamos a fazer kitesurf, por exemplo, mas um de cada vez.
– E no meio dessas rotinas a três há espaço para os momentos a dois e para fazerem aquilo que cada um gosta...
– Temos menos tempo para isso. Nesta fase em que eles são muito pequenos é natural que lhes dediquemos todo o tempo disponível. É importante para eles e para nós. Queremos desfrutar ao máximo da Carlota. Espero que ela vá ganhando a sua autonomia e nos dê margem para começarmos a fazer mais essas coisas.
– Já se conhecem bem enquanto pais? Que pai e mãe veem um no outro?
Ana – O Pedro é um super pai, faz tudo com a Carlota: toma conta dela, dá-lhe as refeições, muda-lhe a fralda, dá-lhe banho, brinca com ela e até aprendeu a cozinhar para fazer sopinha para a filha! [risos] Faz tudo com um sorriso e isso é especial. Para o Pedro nada é um sacrifício.
Pedro – A Ana é uma excelente mãe. Antes de engravidar, tinha um ritmo de vida muito acelerado. Não é que não continue a tê-lo, mas o nascimento da Carlota tornou-a muito mais disponível para a família. Está a saborear todos estes momentos e isso nota-se.
– Com o nascimento da Carlota, o casamento passou a fazer mais sentido?
– Mais do que qualquer casamento, o que me une à Ana é a Carlota. Ela é a representação máxima do casamento.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras